Vacinação contra a gripe segue até o dia nove de junho

meta de vacinar 420 mil sergipanos contra a influenza ainda não foi atingida, conforme dados do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Essa meta foi estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS), e a expectativa era de que fosse alcançada até o último dia 26.
Apesar da disponibilização das doses e da campanha de vacinação realizada em todo o país, em Sergipe, apenas 63% da população inserida nos grupos prioritários da vacina compareceu aos postos para a imunização. Esse índice motivou a prorrogação da campanha, que agora segue até o dia 9 de junho.
De acordo com a coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Sândala Teles, aqui no estado foram distribuídas pela SES para os municípios mais de 550 mil doses da vacina destinada aos idosos a partir de 60 anos de idade, professores, crianças entre dois e seis meses, grávidas, mães que tiveram bebês recentemente, indígenas, funcionários do sistema prisional, diabéticos, hipertensos e transplantados, além de pessoas privadas de liberdade. “É preciso que essas pessoas entendam a necessidade da vacina e se dirijam às unidades de saúde para recebê-la, visto que a medicação protege contra três subtipos de gripe: A/H1N1; A/H3N2 e a Influenza B. A campanha é realizada todo ano, sendo esta sua 19ª edição, justamente, para que essa imunização seja mantida, uma vez que o vírus sofre mutações”, alertou Sândala Teles.
Mesmo com o baixo percentual de alcance, Sergipe registrou municípios que superaram a meta estabelecida. Enquanto isso, cidades como Nossa Senhora das Dores alcançaram apenas 53% do público-alvo da campanha, até o momento. Aracaju, por sua vez, apresentou o menor índice, com 47% de alcance desse público.

Prevenção

Mesmo para quem recebe a vacina, a prevenção é a melhor maneira de evitar a doença, visto que a influenza é um tipo de gripe e também é transmitida pelas secreções das vias aéreas, por isso é importante lavar as mãos e sempre utilizar um lenço ao tossir e espirrar. Entre as recomendações divulgadas pelo MS, os indivíduos que apresentem sintomas de gripe devem evitar sair de casa em período de transmissão da doença, ou seja, até sete dias após o início dos sintomas. Devem também evitar aglomerações e ambientes fechados, adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.